21.10.2018 - História do CEAP será Tese de Doutorado

Doutoranda da PUC pesquisa a história do CEAP


Notícia publicada em 20/10/2018 12:09 -
Geral

A doutoranda em História da PUC (Pontifícia Universidade Católica - POA RS) Milene Moraes de Figueiredo, esteve em Ijuí, conhecendo a história do CEAP. Na companhia da professora Mônica Brandt, ela visitou o Museu e pesquisou a trajetória de quase 120 anos de história da escola. 
Graduada em Licenciatura em História, com Mestrado em História e agora Doutoranda em História pela PUC, Milene, segue a Linha de pesquisa: Sociedade Urbanização e Imigração. A sua tese tem como título: A nacionalização das escolas alemãs no sul do Brasil (1937 a 1945).
 Por ser o CEAP fundado por alemães, foi uma das quatro escolas do RS escolhidas para terem sua trajetória descrita na Tese da doutoranda que está no segundo ano do curso e iniciando agora sua pesquisa empírica. A estudante, que reside em Porto Alegre, passou a última semana em Ijuí, pesquisando no CEAP e conhecendo o município, incluindo a ExpoIjuí/Fenadi.
 Segundo a Professora Mônica Brandt, que foi a anfitriã, “é uma honra ter a história do CEAP relatada para um trabalho tão delicado e minucioso como é o desenvolvimento de uma Tese de Doutorado e o mais gratificante é que teremos o registro desta pesquisa publicado como um trabalho científico”, enfatiza.
Sobre o CEAP:
A escola comunitária surgia em 1899, quando Ijuí ainda era uma Colônia em seu início. A “Colônia Ijuhy” fora fundada em 1890. Passou por várias fases, evoluindo à medida que a Colônia se emancipou, em 1912. Nos anos 30 o crescimento da Escola se defronta com um dos períodos mais difíceis, durante o Estado Novo. 
É quando passa a ser integrada à Comunidade Evangélica Ijuí. No final dos anos 40 a criação do Ginásio é uma das marcas, e nos anos 50 a Escola assume a denominação que tem até hoje, Colégio Evangélico Augusto Pestana.
As transformações sociais e, consequentemente, educacionais, seguem, nas décadas seguintes, também influenciando o CEAP. Avanços tecnológicos, Lei de Diretrizes e Bases da Educação, globalização e as revoluções do Século 21 desafiam constantemente a Escola na tarefa de ajudar a construir cidadãos livres, conscientes e críticos.

 

FOTO:  Milene junto da Professora Mônica Brandt.

Arquivo

Baixar arquivo

Veja mais


Alunos se preparam para simular Júri

Alunos do 8º ano do Ensino Fundamental do CEAP se preparam p...

CEAP participa da Olimpíada de Matemática - OBEMEP

CEAP participa da Olimpíada de Matemática

6.6.24 - Alunos do Terceirão visitaram a Polícia Civil

Alunos do Terceirão visitaram a Polícia Civil

Copa CEAP 125 anos de FUTSAL

Artilheiros brilham na Copa CEAP 125 anos de FUTSAL