Brique Literário movimentou a escola

Troca troca de literaturas empolgou alunos


Notícia publicada em 29/06/2017 22:37 -
Geral

     Uma das novidades deste ano no CEAP Literário foi o dia chamado Brique Literário. Todos os níveis da escola foram envolvidos com a ideia de passar adiante uma literatura já lida e explorada, que está guardada em casa, e, em troca, receber outro livro em condições semelhantes de um colega. De maneiras diferentes foi o que aconteceu durante toda a quarta-feira.

     No turno da manhã, os líderes de turma e o Grêmio Estudantil incentivaram os colegas a trazerem seus livros. Realizaram, durante o intervalo, uma gincana literária, valendo pontos para a gincana das turmas. Mais que isso, implantaram um armário para que essa prática tenha continuidade. Aberto, identificado como Brique Literário, o armário recebe livros que a comunidade escolar quer passar adiante, assim como quem deseja ter uma nova literatura pode, ali, buscar algo que lhe interesse.

     Nas turmas da Educação Infantil e do 1º ao 4º ano do Ensino Fundamental, as professoras coordenaram de diferentes maneiras o momento de promover as trocas. Já as turmas do 5º e 6ºanos ganharam uma contação de história especial no auditório. A professora da Hora do Conto, Rosane Hoffmann, contou a história “Nicolau tinha uma ideia”, de Ruth Rocha. Levou o boneco do personagem, com quem interagiu e usou para provocar os alunos a pensaram nas muitas ideias possíveis. Resgatou pensamentos filosóficos clássicos, que “saíam da cabeça” do personagem. Até fazer um elo com a ideia de troca de livros. No fina, dentro do auditório, os alunos fizeram suas trocas. 

Galerias de fotos


Veja mais


Perdidos no Palco 2021

De volta ao trabalho

Olhares Investigativos

Olhares Investigativos

Programação de 2021 iniciou no CEAP

Programação de 2021 iniciou no CEAP

CEAP proporciona vivências sensoriais na infância

CEAP proporciona vivências sensoriais na infância

CEAP mantém a tradição da “Osterbaum”

CEAP mantém a tradição da “Osterbaum”