1º ENCOMTI - Rede Sinodal - 2024

Criatividade, inovação e estratégias foram o foco do encontro


Notícia publicada em 19/04/2024 14:27 -
Geral

A 1ª edição de Encontro Nacional de equipes de Comunicação, Marketing e TI da Rede Sinodal de Educação aconteceu nos dias 08 e 09 de abril na cidade de Teutônia. O evento contou com a presença 90 participantes do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná.

 

Criatividade, inovação e estratégias foram o foco do encontro realizado pelo Colégio Teutônia. Os representando das escolas, integrantes da SER,  participaram das atividades que envolveram ciclo de palestras e oficinas, além de momentos culturais, de integração, de encontros e troca de experiências.

O diretor do Colégio Teutônia, Mauro Alberto Nüske, valorizou a oportunidade de troca de informações e novos conhecimentos. “Além das abordagens em palestras e oficinas, o ENCOMTI é um momento especial para novas experiências e muitas vivências, em áreas que ainda não contavam com espaço específico na vasta programação de eventos formativos e de planejamento oportunizados pela Rede Sinodal de Educação, a quem agradecemos pela oportunidade para organização da primeira edição”, frisou.

 

Estamos em Rede

O diretor executivo da RSE, Jonas Rückert, abriu a programação com a fala “Estamos em Rede”, reafirmando a relevância da temática do ENCOMTI. “A proposta nasceu em um dos nossos Seminários de Diretores, quando entendeu-se a necessidade de tratarmos das pautas que estão na programação e são imensamente relevantes no cotidiano das nossas escolas”, disse.

Ele também abordou o conceito de rede no conjunto de escolas, as características, valores e princípios da RSE, bem como ações do Planejamento Estratégico. “A centralidade das nossas ações está na relação de gente para gente, pois as pessoas têm a capacidade de transformar o mundo. Isso também perpassa pela forma como nos comunicamos, nas nossas estratégias e posicionamentos”, afirmou Rückert, valorizando o público-alvo do Encontro. “Iniciamos mais uma história importante da nossa Rede Sinodal de Educação com setores que precisam ser potencializados pelas suas responsabilidades e competências.

O ENCOMTI se soma aos 74 eventos do calendário formativo da RSE em 2024. Juntos construímos possibilidades, fortalecendo o trabalho e buscando continuamente a profissionalização em todos os nossos fazeres. Nossas escolas chegaram onde estão com muita devoção, muita transpiração e trabalho”, concluiu.

 

Educação, avanço da tecnologia e gestão do tempo

 

Design First: o papel secundário da tecnologia” foi tema da palestra do especialista em Educação e Coordenação Pedagógica, doutor em Criatividade e mestre em Engenharia de Produção, Daniel Quintana Sperb. “Design não é apenas uma questão de estética, mas do desenho de negócios, de currículo, de sistemas, de processos e de experiências. O conceito e as formas de utilização do design evoluíram para além de um produto de comunicação visual, alcançando a estratégia de resolução de problemas e de diferenciação no mundo corporativo”, explicou.

Com exemplos práticos, o palestrante falou de formas de inovar, abordando modelo de negócio, rede, estrutura, processo, desempenho do produto, sistema de produto, serviço, canal, marca e envolvimento do cliente. “É preciso identificar o que as pessoas desejam. Em educação, é fundamental entender as necessidades reais dos estudantes, pensar nas experiências do aluno, que deve estar no centro de tudo para as escolas”, afirmou.

Sperb ainda chamou atenção para Inteligência Artificial. “Não se trata de uma ferramenta, mas uma extensão da nossa inteligência. Inovar se tornou questão de sobrevivência, com a transformação digital indo além da simples digitalização de processos analógicos, que na verdade deveriam ser redesenhados. Não há como parar o avanço tecnológico, mas podemos equacionar nosso tempo e precisamos perder o medo de experimentar a tecnologia. A Inteligência Artificial está redefinindo a criatividade”, concluiu.

 

Oficinas abordaram questões relacionados à

comunicação, ao marketing e à TI

À tarde a programação teve continuidade com as oficinas “O melhor story para a sua escola”, “Branding Institucional”, “Redes sociais na educação: estratégias para o sucesso institucional”, “Transformando a gestão escolar com Google for Education e IA”, “Estratégias para rede cabeada e sem fio” e “Gestão da comunicação com aplicativos”, que foram ministradas por profissionais de diferentes áreas.

O diretor do Colégio Evangélico Martin Luther, de Marechal Cândido Rondon/PR, Ildemar Kanitz, parabenizou a organização do evento e sua temática. “É uma discussão necessária e que deve ser permanente, possibilitando uma maior sintonia entre as escolas da Rede Sinodal de Educação e atualização com relação aos atuais cenários relacionados à comunicação e tecnologia da informação.

O ENCOMTI é um evento muito positivo, que veio para ficar. Esta primeira edição nos brinda com uma série de palestras e oficinas abrangentes, indo ao encontro da realidade e das necessidades das escolas”, valorizou.

Programação

O encerramento do primeiro dia do ENCOMTI contou com visitação às instalações do Colégio Teutônia e jantar festivo. O evento terá continuidade na manhã desta terça-feira com a palestra “Possibilidades da Inteligência Artificial Generativa”, com Edson Ahlert, profissional com formação em Tecnologia em Redes de Computadores, especialização em Tecnologias na Educação e mestrado em Ambiente e Desenvolvimento, professor universitário e com atuação destacada em projetos de inovação educacional; a palestra “Estratégias de marketing para atração e fidelização de alunos e famílias”, com Raphael Dias, profissional de marketing com experiência em Marketing Educacional, especialista em produção de conteúdo, assessoria em escolas e palestras sobre estratégias de marketing pelo Brasil; e a palestra “TI & Marketing na era Pós Inteligência Artificial: o que fazer e como se preparar?”, com Juliano Kimura, palestrante do Facebook Brasil, autor do “Livro secreto das redes sociais”, eleito duas vezes melhor profissional de redes sociais pela ABCOMM e certificado em Transformação Digital, Tecnologias e Aplicações.

 

Juliano Kimura: “Não seremos substituídos pela IA, mas sim por quem melhor souber usar a IA”

“A Inteligência Artificial tem impacto em todas as faculdades humanas. É a maior e mais rápida revolução da história. Os registros históricos, em papel ou digitais, irão tratar desse assunto como a última Revolução Industrial vivida nos anos 2023/2024. Em 20 anos a maior parte dos empregos vai deixar de existir, a sociedade vai mudar. Em menos de três anos, séries independentes estarão sendo produzidas dentro de casa. Não podemos ir contra a IA, ela deve ser nossa aliada, nosso copiloto, ferramenta que nos impulsiona para frente. Ela não quer tomar o nosso lugar, não seremos substituídos pela IA, mas sim por quem melhor souber usar a IA.” A citação é de Juliano Kimura na palestra “TI & Marketing na era Pós Inteligência Artificial: o que fazer e como se preparar”.

Esse foi o tom do segundo dia do 1º Encontro Nacional de Equipes de Marketing, Comunicação e Tecnologias da Informação (ENCOMTI) da Rede Sinodal de Educação (RSE), realizado pelo Colégio Teutônia nos dias 08 e 09 de abril. O evento reuniu cerca de 90 profissionais de escolas da RSE dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

Kimura é uma das referências sobre o tema e fechou a programação na manhã de terça-feira. “Sim, esse assunto é assustador, mas não tenhamos medo. Vejo um futuro em que essa tecnologia substitui a mão de obra infantil, que infelizmente ainda existe, colocando essas crianças na escola e deixando o robô trabalhar e gerar riquezas para a sociedade”, projetou.

O palestrante também falou de ferramentas para o marketing e a educação, entre elas o ChatGPT. “Ele está transformando a sociedade, não enxergar isso é preocupante. Essa revolução é infinita, cada vez mais democratizada, acessível, personalizada e possível de criação própria. Toda essa tecnologia está ao nosso redor e é algo que nos dá a chance de sermos mais humanos, falar do que realmente importa que é a família, que são as pessoas, mais tempo para os relacionamentos e vivências. Perdemos a habilidade de se encantar com coisas novas, coisas simples, as pessoas não estão se conectando entre elas e vivendo experiências. Temos que viver um mundo melhor com o auxílio da tecnologia, que é o meio, e não o fim”, disse.

Impactos na comunicação e na educação

A palestra “Possibilidades da Inteligência Artificial Generativa”, com Edson Ahlert, especialista em Tecnologias na Educação e mestre em Ambiente e Desenvolvimento, foi na mesma linha da fala de Kimura.

Ele trouxe conceitos e exemplos de IA Generativa, cujo foco principal está na geração de conteúdos, desde textos até imagens, áudios, músicas, vídeos e códigos. “Algumas das áreas mais impactadas por isso são a comunicação e a educação. É preciso saber usar a IA de forma coerente, identificar como essa ferramenta pode auxiliar no dia a dia, tanto no âmbito pessoal como profissional. Os estudantes estão usando a IA Generativa, como ChatGPT, por exemplo, então o professor precisa saber usar essa tecnologia para oferecer uma aula mais criativa e envolvente, provocando o conhecimento por meio de uma construção diferenciada”, mencionou.

Edson Ahlert: “É preciso saber usar a IA de forma coerente, identificar como essa ferramenta pode auxiliar no dia a dia, tanto no âmbito pessoal como profissional”

O palestrante alertou que isso já é uma realidade e que a evolução será muito mais rápida daqui para frente, o que requer a transformação dos modelos educacionais. “O conteúdo passará a ser ministrado por essas ferramentas, e o professor será, o que há muito tempo já se discute, o mentor, o direcionador, transformação que também irá ocorrer em outras profissões. É um caminho sem volta, a discussão ética será quanto à forma como essas tecnologias são utilizadas. Diante disso a família reafirma sua importância na formação de cidadãos, a base da educação deve vir de casa”, defendeu Ahlert.

Aula é a alma do negócio

Raphael Dias, profissional de Marketing Educacional, tratou do tema “Estratégias de marketing para atração e fidelização de alunos e famílias”. Para ele, o marketing nas escolas é feito por todos e não pode estar reduzido ao trabalho de comunicação, publicidade e propaganda. “Marketing tem relação com impressões, as quais estão ao nosso redor o tempo todo. Na escola ele acontece desde a fachada, passando pela portaria, recepção, pedagógico, financeiro, administrativo, sala de aula e demais setores, por isso precisamos falar uma linguagem que todos nesses ambientes entendam, que eu chamo de ‘escolês’”, resumiu.

 

Raphael Dias: “Se no marketing a propaganda é a alma do negócio, na escola a aula é a alma do negócio”

 

Ele reforçou que se trata de um trabalho coletivo e contínuo, o que vai além de campanhas de matrículas, site ou redes sociais. “Um plano de marketing será sustentável quando todos estiverem envolvidos na sua construção, cada um olhando a sua área e seguindo na mesma direção. Se no marketing a propaganda é a alma do negócio, na escola a aula é a alma do negócio”, disse, valorizando a aplicação de pesquisas que possibilitem identificar como as famílias enxergam a escola e se, de fato, percebem os diferenciais da instituição.

 

Próxima edição

O diretor executivo da RSE, Jonas Rückert, valorizou a temática apresentada pelo 1º ENCOMTI, agradeceu a presença de todos e o empenho da equipe do Colégio Teutônia ao aceitar o desafio de organizar a primeira edição. “São assuntos que precisam estar na discussão diária das nossas escolas, reflexões que nos demovem para outras e tantas novas questões no contexto educacional. Algumas palavras ficam marcadas e sintonizadas nestes dois dias: experiências, contextos, conteúdos e diferenciais enquanto Rede”, avaliou, programando a próxima edição do encontro possivelmente em 2026.

O diretor do Colégio Teutônia, Mauro Alberto Nüske, se disse feliz com as entregas do ENCOMTI. “O evento atendeu ao propósito de promover reflexões, a discussão de ideias e perspectivas quanto à criatividade, à inovação e às estratégias relacionadas à educação. Somos uma Rede que proporciona experiências significativas aos seus estudantes, onde estar conectado contribui para que a evolução seja constante e o conhecimento seja percebido com a essência que fundamenta nossa atuação: uma educação baseada em valores”, concluiu.

 

TEXTO – Leandro Augusto Hamester

CRÉDITO DAS FOTOS – Leandro Augusto Hamester

 

Lara Elisane Silva – Assessora de Comunicação do CEAP

Galerias de fotos


Veja mais


TAÇA 125 ANOS CEAP de FUTSAL

Início do Campeonato TAÇA 125 ANOS CEAP de FUTSAL

9º ano em Aula Interdisciplinar na Cozinha da Escola

9º ano em Aula Interdisciplinar na Cozinha da Escola

Encontro Nacional de Educação Física e de Treinamento Esportivo 2024

Encontro Nacional de Educação Física e de Treinamento Esport...

Feliz Dia das Mães!

Feliz Dia das Mães!