27.05.2021 - Treinamento funcional

Treinamento funcional


Notícia publicada em 27/05/2021 14:07 -
Geral

Treinamento funcional,

o queridinho das crianças

As alterações no estilo de vida da sociedade atual, propicia que crianças e adolescentes prefiram computadores e videogames aos jogos e brincadeiras ativas. Além disso, nesse período de quarentena devido a pandemia, a sensação de insegurança limita a atividade física em parques e locais públicos ao ar livre.

Quando ouvimos falar de treinamento funcional, imediatamente pensamos em adultos fazendo exercícios para obter uma melhor performance em seu condicionamento físico. Porém, o conceito de treinamento funcional é bastante amplo e sem dúvida pode ser adaptado para crianças e adolescentes.

O treinamento funcional é definido como um programa de exercícios que tem como objetivo melhorar a habilidade de realizar atividades normais da vida diária com eficiência e autonomia dentro das limitações de cada indivíduo. 

A prática está se popularizando e ganhando muitos fãs em academias, trazendo a ideia de uma modalidade que trabalha o corpo de forma integrada (envolvendo flexibilidade, coordenação, equilíbrio, propriocepção, agilidade), melhora performance, evita lesões e possibilita uma atividade física mais motivadora, dinâmica e também segura, inclusive para os nossos pequenos, pois os movimentos utilizam o próprio peso corporal da criança sem cargas excessivas.  No CEAP, os educadores físicos Paulo Roberto dos Santos e Elenise Berger, recomendam que o praticante tenha pelo menos quatro anos de idade, pois, a partir desta idade há uma maior independência motora e cognitiva, o que torna mais seguro e melhor aproveitado cada movimento a ser trabalhado.

O treinamento funcional está mais perto da realidade das crianças do que pode parecer. Brincadeiras como corridas, pular cordas e vivo-morto, dentre outras, são consideradas funcionais, porque trabalham habilidades motoras fundamentais e padrões de movimento comuns à idade, como correr, saltar, rolar, agarrar, escalar, chutar, rebater, empurrar, puxar e agachar. 

Para as crianças, o treinamento funcional ainda pode trazer uma série de benefícios, além do condicionamento físico e desenvolvimento motor, como: Flexibilidade; Agilidade; Resistência; Coordenação motora; Gasto de energia e controle do ganho de peso corporal; Estímulo ao desenvolvimento cognitivo; Consciência corporal e controle mental; e Socialização.

“Todo programa de treinamento funcional deve ser elaborado, aplicado e supervisionado por profissionais de Educação Física capacitados para a atividade e com experiência na atuação junto à população infanto-juvenil, sempre através de aulas motivadoras, divertidas e desafiadoras, para que as crianças tenham experiências positivas com a atividade física e aumentem suas chances de tornarem-se adultos fisicamente ativos”, finaliza o educador físico Paulo Roberto.

 

Perfil Comunicação - Assessoria de Imprensa

Veja mais


Maquete da nossa cidade - 3ºs anos

Ijuí representada em maquete

Atenção!

PREVENÇÃO continua FUNDAMENTAL

Perdidos no Palco 2021

De volta ao trabalho